SENAR promove programa de olericultura orgânica em Buritama

Agricultura
olericultura-01

O SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) com apoio do SIRAN (Sindicato Rural da Alta Noroeste) e Governo do Município de Buritama, promove de março a outubro curso de olericultura orgânica para os produtores de Buritama. O curso consiste no ensinamento da técnica de produção orgânica, com duração de oito meses, com aulas quinzenais. A nova técnica de produção agrícola contempla a teoria e prática.

Os alunos vão aprender desde o preparo do solo, compostagem, produção de mudas, plantio, tratos culturais, custos de produção e comercialização dos produtos. Os resultados positivos e problemas são acompanhados pelo professor Renato de Souza Pulli que ressalta a importância de alimentos saudáveis para o consumo.

A engenheira agrônoma Patrícia Nakatu afirma que a produção orgânica requer menos investimento, porém mais dedicação. “O controle da produção fica a cargo de produtos isentos de químicas, ou seja, não contaminam a água, o solo e nem o homem”, disse. Após o curso, os produtores vão receber certificado de conclusão emitido pelo SENAR e FAESP (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo).

“É mais econômica sim. Existem investimentos iniciais que podem gerar determinado custo, mas posteriormente estes gastos são diluídos, pois haverá economia com adubos químicos e agrotóxicos”, disse, ao afirmar que o curso busca capacitar o trabalhador rural com técnicas adequadas para o manejo de olericultura orgânica. “Nunca esquecendo de que o quesito saúde é primordial, tanto para quem manuseia a atividade quanto para quem consome, ou seja, produtor e consumidor final”.

Dr. Milson Polizel, responsável pela Casa da Agricultura de Buritama, salientou que a produção de produtos orgânicos é o desafio para os agricultores de Buritama. “O produto orgânico tem uma grande procura, baixo custo, pois não utilizam agrotóxicos e pode ser vendido por um preço diferenciado”, disse.

Para o Governo do Município de Buritama, na administração do prefeito Rodrigo Zacarias dos Santos, a cidade tem uma tradição agropecuária. “Além de todo atendimento que damos ao agricultor e ao pecuarista, também visamos promover a qualificação do homem do campo, agregando a conscientização do valor desse tipo de agricultura, tornando-os multiplicadores dessa cultura”, finalizou.

Texto e foto: Assessoria de Imprensa

Ler também

dsc_0429

Começa nesta segunda nova etapa da Campanha de Vacinação contra o Sarampo

A segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começa na próxima segunda-feira (18) em todo o

Leia Mais...
01

Evento incentiva a qualificação profissional no setor de turismo

O diretor de Cultura e Turismo, Wilton Rosalino Borges, participou ontem (13), em Lourdes, do seminário “Eventos Turísticos no

Leia Mais...
foto-01

Ministério do Turismo oferece curso gratuito de qualificação profissional

O Ministério do Turismo está com inscrições abertas para o curso de “Gestor de Turismo”. É uma qualificação profissional

Leia Mais...

Mobile Sliding Menu