Buritama fez coleta de embalagens de defensivos agrícolas

Agricultura
foto-01

Com o intuito de beneficiar pequenos produtores rurais de Buritama, a Casa da Agricultura, realizou nos dias 24 e 25 de abril, no recinto de exposições “Odilon Ferreira de Almeida” a 4ª coleta de embalagens de defensivos agrícolas vazias. As embalagens foram separadas, sendo que podem ir para a reciclagem e parte para incineração por conterem resíduos, mesmo após a tríplice lavagem. Os recipientes destinados para a reciclagem poderão ser transformados em caixa de luz, madeira plástica, conduítes para fiação elétrica, entre outros produtos.

O agricultor tem o prazo de até um ano, contando após a compra dos produtos, para devolver as embalagens vazias junto com as tampas e rótulos na unidade de recebimento indicada na nota fiscal de compra do produto. As embalagens devem ser lavadas e devolvidas em cumprimento a lei 9.974/2000. A destinação final correta das embalagens vazias contribui para a preservação da saúde humana e do meio ambiente.

Para a engenheira agrônoma, Patrícia Yaiko Nakatu Duarte, a entrega das embalagens vazias de agrotóxicos é obrigatória. “É valido lembrar que a nossa legislação federal disciplina a destinação final de embalagens vazias e determina as responsabilidades para o agricultor, o revendedor e para o fabricante”, explicou.

Segundo Duarte, o não cumprimento poderá implicar em penalidades previstas na legislação específica e na lei 9.605/1998 que diz sobre crimes ambientais, como multas e até pena de reclusão. “Com essa coleta itinerante nós estaremos ajudando os nossos produtores rurais a descartarem de forma correta as embalagens de agrotóxico e também a contribuição econômica e ambiental devido a reciclagem dessas embalagens após a tríplice lavagem”, informou.

O médico-veterinário da Casa da Agricultura, Milson Aparecido Polizel, salientou que todos os envolvidos neste processo devem participar da ação como os agricultores, indústria fabricante, canais de distribuição, cooperativas e poder público. “Essa coleta itinerante de embalagens de agrotóxicos pretende melhorar a qualidade da saúde humana e animal por estarem livres de contaminação direta e indireta por meio de embalagens de produtos que contenham substâncias químicas perigosas”, disse.

A ação aconteceu em parceria com a Arian (Associação dos Revendedores de Insumos Agrícolas na Noroeste), central de recebimento de embalagens de Bilac. O serviço contou com três para realizar o descarte e manuseio correto dos vasilhames.

Texto e fotos: Assessoria de Imprensa

Ler também

01

Saúde realiza palestra sobre prevenção aos escorpiões no CRAS

Para conscientizar os participantes dos projetos Bolsa Família e Renda Cidadã, o Departamento de Saúde realizou ontem (18), no

Leia Mais...
foto-01

Ação de dedetização acontece em bairros da cidade

O Governo do Município, em parceria com o Serviço Autônomo de Água, Esgoto e Meio Ambiente (SAAEMB) e Departamento

Leia Mais...

Mobile Sliding Menu