Curso gratuito de Turismo Rural começa em Buritama

Turismo
foto-01

Quando se fala em turismo rural muitas pessoas já associam ao trabalho no campo, mas o curso desenvolvido pelo segundo ano em Buritama abrange um público muito maior, e atende até para quem mora na cidade. O objetivo da capacitação é ampliar o olhar sobre a propriedade rural, fornecendo ferramentas para identificar e implantar negócios de turismo.

Foram inscritos 19 alunos e o curso gratuito iniciou hoje (19) e segue até dezembro. Os participantes vão estudar gestão de empreendimentos, atividades no campo, pontos de venda, hospedagem, alimentação, atendimento, gastronomia e até a organizar um evento. O primeiro módulo segue até o dia 22 de março e as aulas acontecem no anfiteatro municipal ‘Elídio Rodrigues’.

De acordo com o instrutor Antônio Carlos Covolan, o turismo rural agrega valor à propriedade. Explicou que o estudo é constituído por uma série de cursos relacionados entre si, permitindo que as propriedades desenvolvam com segurança a atividade econômica.  “Ampliar o olhar sobre a propriedade rural, fornecendo ferramentas para identificar e implementar negócios de turismo, de acordo com os recursos encontrados no meio, aliado às habilidades e vocações do produtor rural e sua família”, comentou.

O diretor de Cultura e Turismo, Wilton Rosalino Borges, comentou que o resgaste das raízes agrárias e a valorização da paisagem natural cresce atualmente. Segundo ele, é uma tendência do turista que busca almoçar na sombra de uma árvore, apreciar o canto dos pássaros e ter como parte do cenário o rio Tietê. “Todo aprendizado é válido e em se tratando de turismo, os participantes terão ótimas ferramentas para ampliar o conhecimento para desenvolver ou criar seu próprio negócio”, disse.

A capacitação é realizada pelo Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) com apoio do Siran (Sindicato Rural da Alta Noroeste), da Cati (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) e Governo do Município de Buritama, por meio do Departamento de Cultura e Turismo e Casa da Agricultura. Em 2017, a cidade foi contemplada com a Lei do MIT (Município de Interesse Turístico).

Texto e fotos: Assessoria de Imprensa

Publicação: 19-03-2019

Ler também

01

NOTA DE ESCLARECIMENTO – Santa Casa de Buritama

A SANTA CASA DE MISERICÓRDIA SÃO FRANCISCO informa que na data de ontem (22.05.2020), por volta das 21h30m, no

Leia Mais...
boletim-epidemiologico

Boletim epidemiológico apresenta números de casos de Covid-19 e dengue

O Departamento Municipal de Saúde atualizou hoje (22), o boletim epidemiológico de Buritama. Neste documento, os moradores poderão acompanhar

Leia Mais...

Mobile Sliding Menu